Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Rondônia

Nota de Esclarecimento - Sobre a matéria veiculada pela mídia


Nota de Esclarecimento - Sobre a matéria veiculada pela mídia - Gente de Opinião

O Governo do Estado de Rondônia, vem a público prestar esclarecimentos sobre a matéria veiculada pela mídia.” Estado vai gastar R$ 900 mil com mobília, divisórias e guarda-corpo para a residência do governador Marcos Rocha.”

A Superintendência Estadual de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos - SUGESP, está incumbida de operar, normatizar e controlar o sistema de infraestrutura do Complexo do Palácio Rio Madeira, possibilitando a adequada ocupação e o uso efetivo do referido Complexo pelos órgãos e entidades instalados nas edificações, no desempenho de suas atividades, bem como assistir diretamente à administração dos próprios estaduais, utilizando como sede pelo Governador do Estado, inclusive de sua residência.

O Palácio Rio Madeira, localizado na Av. Farquar, teve o início de suas instalações no ano de 2015, e sua estrutura sempre contou com a Residência Oficial do Chefe do Poder Executivo Estadual. A residência oficial no Prédio citado não está ocupada em razão de a estrutura física carecer de muitos reparos, sendo identificado que o local não possui segurança nas instalações, mobília e eletrodomésticos de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sem condições de habitabilidade na atual estrutura.

É função do Governo do Estado manter o Palácio Rio Madeira habitável e a Sugesp está na sua função de  manutenção do prédio não concluído. Desta forma, a  SUGESP deu início ao processo licitatório visando contratação de serviços e aquisições de material permanente, sendo, guarda corpo, tela de proteção, mobiliários e eletrodomésticos, para estruturar a Residência Oficial do Governador do Estado.

O Governo do Estado preza pela correta precificação dos objetos que adquire e utiliza parâmetros fidedignos para dispêndio de recursos, de acordo com a média de mercado, sempre utilizando critérios de economicidade, isonomia e transparência.

Portanto, não se trata de uma demanda de moradia para o atual Governo, mas sim a conclusão de uma obra inacabada, seguindo os padrões existentes no Palácio Rio Madeira desde a sua inauguração em 7 de dezembro de 2015, que servirá como residência dos futuros Governadores, atendendo assim a finalidade pública prevista em Lei. Toda aquisição será tombada e fará parte do patrimônio público do Estado.

Mais Sobre Rondônia

Idep abre inscrição para cursos profissionalizantes remotos em 21 localidades de Rondônia

Idep abre inscrição para cursos profissionalizantes remotos em 21 localidades de Rondônia

Estão abertas as inscrições para quatro cursos profissionalizantes gratuitos do Governo de Rondônia, até o dia 21 de outubro, por meio do Instituto

Nota de Esclarecimento da Sesau - Operação Dúctil

Nota de Esclarecimento da Sesau - Operação Dúctil

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reitera que em relação ao desdobramento da Operação Dúctil, criada e gerenciada pela Polícia Federal (PF) ne

Mil Dias de Gestão: Rondônia investe mais de R$ 20 milhões em serviços de defesa sanitária agrosilvopastoril

Mil Dias de Gestão: Rondônia investe mais de R$ 20 milhões em serviços de defesa sanitária agrosilvopastoril

Os mil dias de governo da gestão Estadual foram repletos de conquistas para o agronegócio rondoniense. Destaque para a pecuária que, por conta dos inv

Ariquemes é polo de capacitação em regularização fundiária  no programa Titula Brasil

Ariquemes é polo de capacitação em regularização fundiária no programa Titula Brasil

No município de Ariquemes foi realizada a terceira capacitação presencial do programa Titula Brasil, nos dias 7 e 8 de outubro, com a participação d