Porto Velho (RO) sábado, 27 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Política Sindical

Sindicatos discutem a eficácia da lei que suspende os empréstimos consignados


Sindicatos discutem a eficácia da lei que suspende os empréstimos consignados - Gente de Opinião

Com objetivo de assegurar a estabilidade econômica da população de Rondônia, no último dia 22 de abril o Governador Coronel Marcos Rocha, sancionou a Lei N° 4.737 que, em caráter excepcional, suspende o cumprimento de obrigações financeiras referentes a empréstimos consignados contraídos por servidores públicos estaduais e municipais, no âmbito do estado de Rondônia, durante o período de 90 dias e dá outras providências.

 

Os representantes dos Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos de Rondônia – Sindafisco, Sindicato dos Técnicos Tributários do Estado de Rondônia – Sintec e Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia – Sintero, foram informados que a Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep) estará divulgando nos próximos dias condições para que cada servidor possa ter a suspensão dos empréstimos consignados nos contracheques com critérios individualizados.

 

“Se o objetivo é contornar a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, temos que diminuir a burocracia. O pagamento do empréstimo tem que ser suspenso para todos os servidores, e que apenas aquele que queira continuar pagando, faça um requerimento com sua manifestação contrária. Isso diminuirá o tumulto”, relatou Lionilda Simão, presidente do Sintero.

 

Além disso, muitas financeiras não possuem sede em Rondônia, somente escritórios de representação. “Imagine o tumulto, se cada servidor tiver que fazer esse pedido individualmente, buscando financeiras ou setores do Governo do Estado. Neste momento de pandemia é do que menos precisamos”, informou Germano Soares, presidente do Sintec.

 

“Toda aprovação de lei, temos que estar atento à intenção do legislador. Essa lei foi aprovada em caráter excepcional, de urgência, em momento de pandemia. Então, se os servidores tiverem que fazer esse pedido individual, passando por burocracia e criando um tumulto desnecessário, a intenção do legislador não se cumpriu. Temos que buscar facilitar ao máximo neste momento de crise em que todo o país está passando”, reforçou Mauro Roberto da Silva, vice-presidente do Sindafisco.


Mais Sobre Política Sindical

Sindicatos reúnem-se para debater Reforma da Previdência

Sindicatos reúnem-se para debater Reforma da Previdência

Na manhã desta quinta-feira, 12, representantes de Sindicatos de Servidores Estaduais de Rondônia reuniram-se na sede do SINDAFISCO. O principal obj

Servidor Brunno Oliveira é eleito Presidente da ASSEJUS/RO e diz que vacinação será prioridade

Servidor Brunno Oliveira é eleito Presidente da ASSEJUS/RO e diz que vacinação será prioridade

O servidor do TJ/RO, Brunno Oliveira, foi eleito Presidente da recém-criada ASSEJUS (Associação dos Servidores da Justiça no Estado de Rondônia), qu

Lei do Home Office de Rondônia também será feita no Acre

Lei do Home Office de Rondônia também será feita no Acre

O Presidente do SINSPJAC (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Acre), Isaac Ronaltti, concedeu entrevista a nossa redação (21/01), para inf

Entrevista com Brunno Oliveira, o Jovem Prodígio do Sindicalismo em Rondônia

Entrevista com Brunno Oliveira, o Jovem Prodígio do Sindicalismo em Rondônia

O nosso entrevistado da semana é o jovem servidor do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, Brunno Oliveira, que foi candidato a Presidente do S