Porto Velho (RO) sábado, 27 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Política Sindical

Rondônia: Chapa 12 Somos todos CRP defende a permanência dos Conselhos profissionais de classe


Rondônia: Chapa 12 Somos todos CRP defende a permanência dos Conselhos profissionais de classe - Gente de Opinião

A Proposta de Emenda à Constituição 108/2019, que dispõe sobre a natureza jurídica dos conselhos de profissões regulamentadas, promove mudanças no modelo institucional dessas entidades, atualmente constituídas sob a forma de autarquias especiais, consoante definição do Supremo Tribunal Federal (STF).

A regulamentação de determinadas profissões se justifica quando o interesse público assim o exige em razão dos riscos para a sociedade inerentes à atividade. A regulamentação profissional e a criação dos respectivos órgãos fiscalizadores buscam, portanto, a prevalência do interesse público, criando mais que direitos, mas deveres sociais de proteção à coletividade.

A candidata da Chapa 12 Somos todos CRP, à Presidência do Conselho Regional de Psicologia 24, Mercedes Araújo Gurgel explica que não conseguiu assimilar e aceitar a proposta do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que tira a obrigatoriedade de inscrição nos Conselhos de forma pacífica, porque foge a sua compreensão a justificativa ou finalidade.

“Cada Conselho existe para servir à sociedade ao oferecer a melhor garantia de serviços de qualidade ética e técnica, fiscalizando e disciplinando o exercício profissional, não percebo a lógica da Proposta 108/2019. Aliás, convém lembrar, que os conselhos seguem sim todos os ritos da administração pública, suas compras são feitas conforme a lei 8.666 e as prestações de contas devem estar no portal da transparência e encaminhadas ao TCU”, disse.

Mercedes defende que a fiscalização e regulamentação das profissões, enquanto dever do Estado, gera uma sobrecarga, pois inclui a formação e a prática profissional. Como tal exercício exige conhecimento técnico, que órgãos estão suficientemente equipados para tal? O ministério da Educação assume o aspecto da formação e capacitação o que já é um enorme desafio. Os Conselhos de classe vêm somar, ao partilhar a missão de proteger e defender a sociedade.

A psicóloga lembra que a ausência dos mecanismos de fiscalização dos Conselhos de classe, num primeiro momento, certamente deixa a sociedade desamparada. “Como vamos proteger os cidadãos e a sociedade dos crimes cometidos por falsos profissionais, ou incompetentes e antiéticos? Os processos e denúncias dentro de nosso Conselho Profissionais segue o mesmo rito quando respeita o Código de Ética e Procedimento Disciplinar, porém em ritmo diferente da justiça comum justamente por conta do reduzido volume que representam”, argumenta.

Um dos questionamentos que a PEC 108/2019 não responde, é que não existindo fiscalização ou julgamento técnico de caráter ético-disciplinar, quem ficaria responsável por essas funções? Em seu ponto de vista, Mercedes enfatiza que somente um profissional capacitado técnica e eticamente será capaz de exercer o ofício de fiscal da profissão.

Segundo o candidato a vice-presidente da Chapa 12, Cleibson André Torres, a PEC é um retrocesso, sendo essa a primeira e lamentável impressão que passa esta Proposta. A mídia noticiou que os Conselhos Federais de Medicina, Psicologia e a OAB já se manifestaram contra a PEC 108/2019, considerando a ausência do necessário diálogo com as entidades classistas de modo a compreender suas principais funções.

Em nome da Chapa 12 Somos todos CRP, Mercedes e Cleibson reiteram o engajamento à defesa da Psicologia, ciência e profissão que representa, aderindo a manifestação do Conselho Federal de Psicologia, neste primeiro momento, se posicionando contra a PEC 108/2019, na forma como está apresentada.

Seguindo a proposta de aproximação dos profissionais de Psicologia nos dois Estados, a Chapa 12 participa, neste sábado, 27, às 9 da manhã, de debate com a Chapa concorrente ao Conselho Regional de Psicologia 24, no auditório do Sindisef, em Porto Velho.

Mais Sobre Política Sindical

Sindicatos reúnem-se para debater Reforma da Previdência

Sindicatos reúnem-se para debater Reforma da Previdência

Na manhã desta quinta-feira, 12, representantes de Sindicatos de Servidores Estaduais de Rondônia reuniram-se na sede do SINDAFISCO. O principal obj

Servidor Brunno Oliveira é eleito Presidente da ASSEJUS/RO e diz que vacinação será prioridade

Servidor Brunno Oliveira é eleito Presidente da ASSEJUS/RO e diz que vacinação será prioridade

O servidor do TJ/RO, Brunno Oliveira, foi eleito Presidente da recém-criada ASSEJUS (Associação dos Servidores da Justiça no Estado de Rondônia), qu

Lei do Home Office de Rondônia também será feita no Acre

Lei do Home Office de Rondônia também será feita no Acre

O Presidente do SINSPJAC (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Acre), Isaac Ronaltti, concedeu entrevista a nossa redação (21/01), para inf

Entrevista com Brunno Oliveira, o Jovem Prodígio do Sindicalismo em Rondônia

Entrevista com Brunno Oliveira, o Jovem Prodígio do Sindicalismo em Rondônia

O nosso entrevistado da semana é o jovem servidor do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, Brunno Oliveira, que foi candidato a Presidente do S