Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Energia

Energisa usa tecnologia para manter UPA de Itapuã do Oeste com energia durante manutenção


Energisa usa tecnologia para manter UPA de Itapuã do Oeste com energia durante manutenção - Gente de Opinião

A UPA de Itapuã do Oeste teve o fornecimento de energia preservado enquanto a Energisa realizava obras de manutenção em uma rede que vai beneficiar aproximadamente 1200 pessoas. Isso foi possível graças ao uso de um equipamento de ponta conhecido no setor elétrico como Mega Jumper que permitiu manter a única unidade de saúde da cidade ligada nesse momento crítico para a saúde do país. Caso não houvesse esse equipamento, seria necessário desligar a rede elétrica por cerca de cinco horas para instalar os novos postes, cruzetas e cabos. O que impactaria diretamente o atendimento médico para os cerca de 8 mil habitantes, segundo censo do IBGE de 2010. O gerente do departamento de Manutenções da Energisa Rondônia, Alfredo João de Brito, explica que a tecnologia já é usada em outros estados em casos pontuais. Apesar de ter um alto custo de operação, a Energisa está utilizando em situações em que a continuidade do fornecimento de energia é imprescindível, como nas unidades de saúde, que as condições técnicas e de segurança permitem. “Temos uma atenção especial com as redes elétricas que atendem hospitais, postos de saúde e de serviços públicos essenciais. Elas são prioridade durante os nossos atendimentos, especialmente durante temporais, inclusive com uma linha direta de contato entre a concessionária e o gestor do local”, declarou Brito.

O Mega Jumper é um reboque equipado com cabo blindado e isolado eletricamente para 15 e 25 kV, com componentes e terminações apropriadas para conexão. O equipamento cria um circuito temporário na rede elétrica, como um caminho alternativo para energia passar, enquanto o trecho isolado é substituído.  Pode ser utilizado em sistemas urbanos de média tensão, considerando os aspectos técnicos, e com até 300 metros de comprimento de cabos. “As redes elétricas também sofrem com a ação do tempo, do clima e até de terceiros, como qualquer outro equipamento. Na Energisa trabalhamos de forma preventiva, identificando pontos que precisam de atenção e substituindo os equipamentos necessários antes de apresentarem defeito”, afirmou. As manutenções preventivas e construção de novas redes elétricas fazem parte do investimento de R$ 747, 5 milhões anunciados pelo Grupo Energisa para Rondônia durante 2021, que também abrange a construção de novas subestações e linhões.

Durante 2020, a Energisa realizou mais de 6 mil manutenções programadas com desligamento da energia. A concessionária informa os clientes com 72 horas de antecedência por meio do site, cartas, avisos em rádios, jornal e carros de som. O intuito é que os clientes possam se planejar para o intervalo em que a rede elétrica estará desligada.

“Nos avisos são informadas as regiões que receberão a melhoria, hora de início e previsão do horário de finalização do serviço. O desligamento da rede elétrica só é adotado quando realmente necessário”, explica. A programação é publicada semanalmente no site www.energisa.com.br  - no banner “desligamento programado”. 

Mais Sobre Energia

Setor de energia solar cria comissão de estudo para regulamentar e normatizar mercado nacional

Setor de energia solar cria comissão de estudo para regulamentar e normatizar mercado nacional

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) inicia esta semana os trabalhos de uma comissão de estudo com o objetivo de reforçar a qualidade, de

Suspensão indevida de fornecimento de energia elétrica gera indenização a consumidora em Ariquemes

Suspensão indevida de fornecimento de energia elétrica gera indenização a consumidora em Ariquemes

Nesta quarta-feira, 10, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve a condenação da Energisa Rondônia no valor de 6 mil reais, em r

Deputados Alex Redano e Jair Montes compartilham experiência de investigação com a CPI da Amazonas Energia

Deputados Alex Redano e Jair Montes compartilham experiência de investigação com a CPI da Amazonas Energia

Ao receber a visita do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, deputado Alex Redano (Republicanos), e do relator da CPI da Energ

Proluz alcança 90% das comunidades rurais de Porto Velho com serviço de iluminação pública

Proluz alcança 90% das comunidades rurais de Porto Velho com serviço de iluminação pública

Nove em cada dez comunidades rurais de Porto Velho já contam com o serviço de iluminação pública. A marca chega após a expansão do Programa de Ilumi