Porto Velho (RO) sábado, 27 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Energia

Ações da Energisa reforçam a luta contra a Covid-19 em Rondônia

Em parceria com o governo estadual, concessionária instala rede elétrica interna e tubulações de oxigênio e ar comprimido para abertura de 23 novos leitos de UTI na AMI


Ações da Energisa reforçam a luta contra a Covid-19 em Rondônia - Gente de Opinião

Até sexta-feira (5), a Energisa entregará as obras de infraestrutura elétrica e as tubulações de oxigênio e ar comprimido de dez dos 23 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo da Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI) de Porto Velho. O apoio foi acordado pela concessionária com a Secretaria Estadual de Saúde e prevê a entrega dos outros 13 leitos até o fim da próxima semana. É mais uma iniciativa do Movimento Energia do Bem, criado no ano passado pelo Grupo Energisa para amenizar os impactos da pandemia e que, nesse momento, está focado em conter o avanço da doença e apoiar a rede de assistência hospitalar, que está no limite de sua capacidade.  

O diretor-presidente da Energisa Rondônia, André Theobald, lembra que o avanço da pandemia de Covid-19 requer uma maior conscientização da sociedade, com cada agente fazendo a sua parte. “Atuamos em um serviço essencial, que não pode parar, e entendemos a necessidade de empresários e trabalhadores em todo o país de manterem suas atividades, mas é importante que as pessoas evitem situações de risco, aglomerações. Com cada um fazendo a sua parte, vamos sair dessa”, afirma Theobald, que também apoiou a compra emergencial de cerca de 52 mil luvas e 2 mil máscaras, em ação coordenada pela Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero). “A mobilização dos empresários do setor produtivo foi rápida e compramos o que havia de luvas e máscaras em estoque em Porto Velho”, relatou o presidente da Fiero, Marcelo Thomé, ao entregar os itens para a Secretária Municipal de Saúde de Porto Velho, Eliana Pasini.

Pasini explicou o desafio da secretaria na compra emergencial de materiais, já que as entregas muitas vezes atrasam. Destacou, porém, que o mais importante é buscar a conscientização da população. “A mensagem que temos para todos é não aglomerem. Podemos e precisamos trabalhar, mas não aglomerem. Nosso problema está nas reuniões, nas festas, que aumentam as contaminações”, afirmou.

De acordo com Theobald, desde o início da pandemia, a Energisa já doou insumos para Cemetron e Hospital de Base, além de ter viabilização o conserto de seis respiradores pulmonares, em parceria com o Senai, que foram entregues às duas instituições de saúde. Segundo ele, a empresa está fazendo o possível para acelerar a entrega das obras dos leitos da AMI.  “Sabemos que cada dia em funcionamento conta e, por isso, estamos fazendo tudo o mais rápido possível, seguindo todos os protocolos de saúde”, disse.

Veja abaixo todas as ações do Movimento Energia do Bem em Rondônia desde o começo da pandemia:

 

Mais Sobre Energia

Suspensão indevida de fornecimento de energia elétrica gera indenização a consumidora em Ariquemes

Suspensão indevida de fornecimento de energia elétrica gera indenização a consumidora em Ariquemes

Nesta quarta-feira, 10, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve a condenação da Energisa Rondônia no valor de 6 mil reais, em r

Deputados Alex Redano e Jair Montes compartilham experiência de investigação com a CPI da Amazonas Energia

Deputados Alex Redano e Jair Montes compartilham experiência de investigação com a CPI da Amazonas Energia

Ao receber a visita do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, deputado Alex Redano (Republicanos), e do relator da CPI da Energ

Proluz alcança 90% das comunidades rurais de Porto Velho com serviço de iluminação pública

Proluz alcança 90% das comunidades rurais de Porto Velho com serviço de iluminação pública

Nove em cada dez comunidades rurais de Porto Velho já contam com o serviço de iluminação pública. A marca chega após a expansão do Programa de Ilumi