Porto Velho (RO) quinta-feira, 6 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Governo de Rondônia abre consulta pública para auditoria inédita no setor florestal


Auditoria esta disponível para receber sugestão e contribuição da população - Gente de Opinião
Auditoria esta disponível para receber sugestão e contribuição da população

O Governo de Rondônia divulgou, na terça-feira (28), na edição nº 145 do Diário Oficial, página seis, o Edital de Chamamento de Contribuição Social – ECCS Nº 1/2020 para receber sugestões e contribuições da sociedade civil para a auditoria operacional do Setor Florestal no Estado.

A ação da Controladoria Geral do Estado de Rondônia (CGE) contará com o apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e da Transparência Internacional – Brasil, a maior ONG de combate à corrupção do mundo. É uma colaboração inédita entre sociedade civil e governo estadual para este tipo de auditoria no país. A iniciativa é, também, pioneira por se tratar da primeira auditoria a ser realizada pelo Estado com foco no setor florestal, em especial, em questões relacionadas à exploração de madeira.

A auditoria, instituída pela Portaria Conjunta nº 22, de 5 de junho de 2020 da CGE e da Sedam, busca contribuir com a sustentabilidade e a legalidade do setor florestal de Rondônia e pode ser um marco de transformações positivas nesta direção. Como a CGE é o órgão central do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Estadual, e que tem por finalidade fiscalizar e ampliar os mecanismos de controle da gestão e dos bens públicos, o projeto prevê o estreitamento dos canais de comunicação entre a administração Pública Estadual e a população. Por isso, o cidadão é conclamado pelo edital a participar.

MANEJO FLORESTAL

Um manejo florestal transparente e bem conduzido pode se tornar fonte de geração de emprego, renda e de exploração sustentável da floresta. Por outro lado, se realizado de forma ilegal, torna-se causador de conflitos fundiários e perdas financeiras. Pensando nessa problemática, a CGE, com apoio da Sedam e da Transparência Internacional – Brasil, pretende disseminar boas práticas no setor.

Na consulta pública, a população poderá fazer críticas, sugestões e solicitações para melhorar o planejamento de auditoria operacional no Setor Florestal de Rondônia. Ao final desse processo, serão produzidos um diagnóstico situacional e uma Matriz de Risco relacionada à integridade socioambiental e posterior proposição de recomendações de integridade ao Setor Florestal do Estado.

Toda a documentação sobre a ação pode ser encontrada no menu de participação social no site da Controladoria . A consulta pública ficará disponível por 15 dias neste link para sugestões.

A Transparência Internacional – Brasil acompanhará o processo e compartilhará sua experiência e conhecimento técnico para produção de diagnóstico, elaboração de matriz de risco e recomendações de integridade. O projeto na TI é de responsabilidade de seu Programa de Integridade Socioambiental (PISA), cujo objetivo geral é contribuir com a sustentabilidade socioambiental por meio da promoção de políticas e práticas de integridade, transparência, prevenção e combate à corrupção junto a governos, organizações da sociedade civil e empresas privadas.

Mais Sobre Meio Ambiente

Deputado Ismael Crispin cobra informações sobre descarte de resíduos de origem animal

Deputado Ismael Crispin cobra informações sobre descarte de resíduos de origem animal

Preocupado com os impactos, que o descarte incorreto de resíduos de origem animal pode provocar ao meio ambiente, o deputado Ismael Crispin (PSB) so

Rio Madeira contaminado

Rio Madeira contaminado

O Rio Madeira, um dos principais afluentes do Rio Amazonas, com aproximadamente 1.460 km de extensão, sendo o 17º do Planeta em comprimento, mas con