Porto Velho (RO) sábado, 21 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Comunidades indígenas e ribeirinhas participam de atividades de Educação Ambiental do projeto “Rios Mais Limpos”


As ações educativas tiveram explanações sobre a problemática do lixo passando pela coleta e a destinação final dos resíduos. - Gente de Opinião
As ações educativas tiveram explanações sobre a problemática do lixo passando pela coleta e a destinação final dos resíduos.

Dando continuidade ao projeto de despoluição dos rios, o Governo de Rondônia, por meio da Secretária de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), realizou a primeira fase do Projeto “Rios Mais Limpos”, a partir da conscientização educacional nas reservas extrativistas de Rondônia. A ação aconteceu entre os dias 28 de outubro a 1º de novembro onde orientaram a população ribeirinha sobre a importância do descarte correto dos resíduos sólidos.

O projeto “Rios mais Limpos” é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente e que em Rondônia, conta com o apoio do Governo, por meio da Sedam e tem a proposta de promover ações que visam a despoluição dos rios, incentivando a limpeza e coleta de lixo nos rios.

O projeto nasceu com o objetivo de promover políticas de revitalização dos rios e ações de conscientização comunitária sobre a relação com o rio. Dividido em duas fases, as atividades iniciaram com os trabalhos de Educação Ambiental e entrega de sacos, sob a orientação da Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceam) e de Povos indígenas (Copim) da Sedam.

A partir de atividades educativas, a ação teve como objetivo mostrar importância da água e os problemas que descarte incorreto dos resíduos sólidos podem trazer para os afluentes. Nesta primeira etapa, a equipe técnica da Sedam realizou várias reuniões com a comunidade, priorizando a participação dos moradores, sobre o descarte dos resíduos através de medidas cabíveis, como  a coleta seletiva , a reciclagem e a destinação do seu descarte.

Durante as visitas, os técnicos da Sedam distribuíram aos moradores informativos contendo tipos de coleta e informações sobre os perigos causados à saúde pelo descarte incorreto do lixo. Na segunda parte da ação, os moradores estiveram envolvidos diretamente com a coleta do lixo dentro das comunidades e nas residências, a partir da entrega dos sacos de lixo e o descarte realizado a beiro do rio, para que fossem levados ao aterro sanitário, pela equipe de catadores.

Foram visitadas as comunidades indígenas Capoeirinha, Tanajura, Graças a Deus, Santo André, Bom futuro, Rio Negro Ocaia e Cajueiro. E também foram às casas dos extrativistas que moram no entorno do rio Pacaás Novos.

Regilson Roman, representante da Associação Primavera, fez questão de frisar o perigo pra saúde, que um má armazenamento dos lixos pode causar, ajudando na proliferação de doenças como a malária, onde a ocorrência de um surto seria perigosa pra saúde de todos os moradores.

Já o Roberval, professor e morador da comunidade indígena Bom Futuro, agradeceu em nome da comunidade, a presença do Governo do Estado e todas as orientações passadas pela comunidade, falou ainda de como é importante pra eles, essa coleta de lixo e demonstrou interesse em manter uma parceria com a Sedam, principalmente para futuras ações de Educação Ambiental.

Ao final da ação, os resíduos recicláveis serão coletados pela associação de catadores de materiais recicláveis Nova Vida (Ascanov) e os resíduos que não têm características de de aproveitamento reciclável, serão levados ao aterro sanitário da cidade de Ariquemes.

Mais Sobre Meio Ambiente

Tecnologista da Fiocruz visita Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos da Sedam

Tecnologista da Fiocruz visita Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos da Sedam

Mayna Silva e Ana Macedo recepcionou nesta quarta-feira (18) André Aguirre, tecnologista da Fiocruz de Rondônia, que fez uma visita técnica à sede d

Museu do Acervo Biológico de Porto Velho é reaberto

Museu do Acervo Biológico de Porto Velho é reaberto

Uma cerimônia marcou, na manhã desta quarta-feira (18), a reabertura do Museu do Acervo Biológico de Porto Velho, no Parque Natural Raimundo Paraguass

MPF requer informações sobre presença de empresa canadense em Ariquemes (RO) para explorar terras raras

MPF requer informações sobre presença de empresa canadense em Ariquemes (RO) para explorar terras raras

O Ministério Público Federal (MPF) enviou, nesta quarta-feira (11), ofícios à Agência Nacional de Mineração (ANM), ao governo de Rondônia e à Secreta

Sebrae firma parceria com Prefeitura para coleta seletiva em Porto Velho

Sebrae firma parceria com Prefeitura para coleta seletiva em Porto Velho

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae) acaba de conquistar uma vitória junto à Secretaria Municipal de Serviços Básico