Porto Velho (RO) quinta-feira, 6 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Economia

Comércio considera Transposição fundamental para melhoria da economia de Rondônia

Governo do Estado afirma que está dando prioridade à transposição de servidores públicos com problemas de doenças graves, aposentados e pensionistas, mas, busca a transposição de todos os servidores do ex-território.


Foto: Internet - Gente de Opinião
Foto: Internet

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-Fecomércio/RO, com o apoio de seus Sindicatos Filiados, enviou carta ao governador do Estado, Marcos Rocha, Carta nº 076/2020-Presidência/GP, em apoio à Associação dos Servidores em Transição do ex-Território Federal de Rondônia para o Estado de Rondônia- (ASSERTRON), a pedido de seu presidente Antônio de Barros Neto, o popular Poeta da Transposição, bem como aos parlamentares da bancada federal (senadores e deputados) e ao presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes.

A carta destaca o histórico da longa luta pela transposição dos servidores para migrar ao quadro federal, daqueles que prestavam serviços ao ex-Território, inclusive os  da Ceron, Teleron, Caerd,  Beron, das Secretarias de segurança pública (civil e militar), professores leigos, servidores municipais e aposentados e pensionistas e auditores fiscais, que desde a elaboração da PEC nº 199 de autoria do Ex-senador Romero Jucá, esperam ter seus direitos reconhecidos, o que já foi feito com os antigos Territórios de Roraima e do Amapá.


Efeitos da Transposição podem ser fundamentais para a melhoria da economia estadual

Na carta o presidente Raniery Coelho detalhou que “Até hoje 4.900 servidores foram reenquadrados, gerando uma economia mensal de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões de reais) para o Estado de Rondônia. Restam ainda 3.900 servidores serem transpostos para o quadro federal, o que gera uma economia de R$ 420.000.000,00 (quatrocentos e vinte milhões de reais) por ano para o governo e, com efeitos diretos e indiretos, é um aporte de recursos essencial depois da crise do coronavírus”.

A transposição possibilitará uma enorme injeção de ânimo na economia contribuindo para a geração de empregos, melhorias na saúde, saneamento básico e educação, inclusive a elaboração de novos concursos públicos para provimentos das vagas que surgiram em decorrência desse feito.

“O comércio em geral apoia a transposição e somos sabedores que essa defesa também é uma prioridade da nossa bancada federal e da bancada estadual, cuja a proposta é fazer justiça aos servidores do ex -Território, que possuem um direito líquido e certo”, afirma Raniery que parabeniza ainda o Governo do Estado, que por meio  do Superintendente Estadual de Gestão de Pessoas-SEGEP,  o senhor Silvio Luiz Rodrigues da Silva, respondeu através do Ofício nº 4416/2020/SEGEP/REOF, e informou que está sendo dada prioridade às pessoas portadoras de doenças graves, aposentados e pensionistas, embora não se descuide dos outros.

O superintendente da SEGEP, também disse que tem trabalhado para obter o apoio indispensável dos parlamentares e sindicatos e solicitou que a Fecomércio/RO participe do andamento das reuniões em videoconferências, em razão da pandemia, que tratam do assunto se colocando à disposição para fazer todos os esforços possíveis para o andamento mais célere da transposição. Finalizou dizendo que: “Estamos trabalhando incansavelmente para a consecução dos objetivos a que ela se propõe

Mais Sobre Economia

Cristóvão Buarque é mais um palestrante confirmado na Agrolab Amazônia

Cristóvão Buarque é mais um palestrante confirmado na Agrolab Amazônia

O evento digital Conecta Sebrae Agrolab Amazônia acabou de ganhar mais um grande nome em sua programação oficial: o ex-governador do Distrito Federal

Aprovado empréstimo de R$50 mil  para MEI e microempresas via maquininha de cartão

Aprovado empréstimo de R$50 mil para MEI e microempresas via maquininha de cartão

Reforma Tributária e o PIS e o COFINS (1)         Perguntamos ao consultor José Ribeiro especialista em treinamento corporativo, que nos assessora n

Variação no preço do combustível da cidade de Porto Velho em julho

Variação no preço do combustível da cidade de Porto Velho em julho

Gasolina comumO litro da gasolina comum, com preço médio de R$4,08 teve um aumento de 3,50% no mês de julho em comparação com o mês de junho. Já, no