Porto Velho (RO) domingo, 24 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Economia

ACR prevê que 13º salário vai injetar r$ 1,25 bilhão na economia de Rondônia

Queda de 3,5% do 13º salário será compensada pelo auxilio emergencial afirma presidente da Associação Comercial de Rondônia-ACR, Vanderlei Oriani


Vanderlei Oriani - Presidente da ACR - Gente de Opinião
Vanderlei Oriani - Presidente da ACR

No Brasil, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) a injeção de recursos do 13º salário, este ano, injetará na economia R$ 208 bilhões, o que, segundo a entidade, representa, descontada a inflação, um recuo de 5,4% em relação ao ano passado. O economista Fabio Bentes, responsável pelo levantamento da CNC, afirmou que o valor da gratificação será afetado pela deterioração do mercado de trabalho, a suspensão temporária de contratos e a redução da jornada de trabalho. Em 2019, o pagamento do 13º salário tinha totalizado R$ 216,2 bilhões. Ainda assim o valor injetado representa algo como 2,5% do Produto Interno Bruto-PIB, soma das riquezas do país, e será pago 80 milhões de brasileiros trabalhadores do mercado formal, inclusive aos empregados domésticos; aos beneficiários da Previdência Social e aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados e municípios.  


Em Rondônia, segundo levantamento feito pela Associação Comercial de Rondônia-ACR a injeção de recursos será equivalente a R$ 1,25 bilhão. Este valor indica uma queda real de 3,5 % quando comparado ao valor registrado em 2018. Este valor, segundo explicou o presidente da ACR, Vanderlei Oriani, representa uma queda de cerca de 3% em relação ao ano passado, no entanto, que deverá ser mais do que compensada pelo aporte estimados de R$ 180 milhões provenientes do auxílio emergencial. Para o dirigente empresarial, a queda, como em todo o país, se deve aos efeitos da pandemia, com a redução na jornada de trabalho proporcional ao salário e suspensão temporária de contratos de trabalho e aumento da dispensa de muitos trabalhadores. “Além do recuo da atividade econômica com a pandemia nós observamos no nosso Estado um enorme aumento da informalidade, o que também se reflete na diminuição das pessoas beneficiadas pelo 13º salário” observou Oriani. Ainda assim as expectativas dos lojistas para as vendas do final de ano são melhores. De acordo com o dirigente a entrada do pagamento do 13º salário, do auxílio emergencial e a Black Friday vão ajudar no aumento das vendas. ‘Efetivamente estamos vendo que a temporada de contratações para as vendas de fim de ano no comércio da capital já começou e os lojistas estão se preparando com a aquisição de estoques, promoções e descontos” disse Vanderlei Oriani que citou o Natal Azul como um forma de estímulo ao comércio dizendo que “O comércio agradece tanto a entrada do 13º salário como iniciativas que visam promover sua recuperação. É preciso ver que ainda estamos saindo da pandemia, então o momento é de fundamental importância, e agradecemos toda ajuda que pode ser dada para que possamos concluir o ano de uma forma melhor e buscar retomar o crescimento em 2021”.  

Mais Sobre Economia

Fim do auxilio emergencial: um problema para ser resolvido por todos

Fim do auxilio emergencial: um problema para ser resolvido por todos

De acordo com dados do Portal da Transparência, cerca de 53,9 milhões de brasileiros devem ficar sem renda para sobreviver em meio à pandemia. Sabemos

Pesquisa do Sebrae mostra que, em 2020, dobrou a demanda por crédito nos pequenos negócios

Pesquisa do Sebrae mostra que, em 2020, dobrou a demanda por crédito nos pequenos negócios

Apesar das dificuldades enfrentadas nos últimos meses pelos donos de pequenos negócios, o ano de 2020 foi marcado pela expansão do crédito bancário

Sebrae lista oito características fundamentais para quem quer empreender em 2021

Sebrae lista oito características fundamentais para quem quer empreender em 2021

Ser dono do próprio negócio está entre os principais projetos de milhares de brasileiros e brasileiras em 2021. Seja por força da necessidade (desempr