Porto Velho (RO) sábado, 25 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolívia recebe o primeiro pagamento relativo às jazidas de petróleo e gás


Agência O Globo LA PAZ - O governo boliviano recebeu nesta sexta-feira o primeiro pagamento de US$ 32,3 milhões de um imposto adicional fixado na nacionalização das jazidas de petróleo e gás decretado há quatro meses. A Petrobras, a hispano-argentina Repsol YPF e a francesa TotalFinaElf deram em conjunto essa quantia, depois de serem notificadas pelo Ministério de Hidrocarbonetos, que há uma semana emitiu um cronograma de pagamentos. Fontes das companhias confirmaram à agência EFE o pagamento, que até a última quarta-feiranão estavam certos do pagamento porque não haviam recebido notificação oficial. O pagamento corresponde a 32% do valor da produção dos campos de gás San Alberto e San Antonio, os maiores da Bolívia, e à exportação feita principalmente para o Brasil durante maio, primeiro mês da nacionalização. Os recursos foram depositados na conta da empresa estatal YPFB, no Banco Centra, já que o novo tributo foi fixado para fortalecer essa companhia, que enfrenta grave crise técnica e financeira. Na segunda-feira, o presidente boliviano, Evo Morales, trocou o principal executivo da YPFB, Jorge Alvarado, por causa de denúncias de irregularidades em um contrato firmado para exportar ao Brasil.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram