Porto Velho (RO) quinta-feira, 30 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolívia confirma que congelou seqüestro da receita da Petrobras, mas nega recuo


Janaína Figueiredo - Agência O Globo LA PAZ - O vice-presidente da Bolívia, Álvaro Garcia Linera, confirmou a decisão do governo de seu país de congelar a resolução aprovada terça-feira passada, que exige que todas as vendas feitas pela Petrobras Bolívia Refinação sejam transferidas para a estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscais Bolivianos (YPFB). - Deixamos em suspenso a resolução, a congelamos temporariamente, como um sinal para facilitar as negociações _ afirmou Garcia Linera, que se recusou a admitir que a decisão significava um recuo por parte do governo do presidente Evo Morales. - Congelamos a medida para favorecer o diálogo. Tudo dependerá de como forem as negociações, dependendo do resultado a medida será definitivamente suspensa ou não _ enfatizou Garcia Linera. O vice boliviano reiterou que a data limite para concluir as negociações é o próximo dia 31 de outubro. - Queremos acelerar os tempos da negociação. A Petrobras é a maior empresa com investimentos na Bolívia e queremos concluir satisfatoriamente as negociações para aplicar o decreto de nacionalização (dos hidrocarbonetos) - declarou Garcia Linera, após passar mais de duas horas reunido com o ministro dos Hidrocarbonetos, Andrés Soliz Rada, e sua equipe. O vice-presidente boliviano disse que a Bolívia tem a firme intensão de assumir o controle de todas as áreas do setor petrolífero, como prevê o decreto de nacionalização. - Estamos definindo espaços, queremos garantir que a negociação seja um sucesso - afirmou Garcia Linera, que negou ter conversado com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o assunto. Perguntado sobre a possibilidade de que o Brasil recorra a tribunais internacionais, o vice-presidente boliviano foi cauteloso. _ A arbitragem é sempre uma possibilidade e ela será enfrentada, se for necessário. Mas faremos todos os esforços para evitar que isso aconteça, sem desrespeitar nossos princípios - declarou Garcia Linera, que na ausência do presidente Morales assumiu interinamente a Presidência do país.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram