Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Educação

Núcleo de Saúde Ocupacional da Seduc realiza live sobre cuidados com a saúde feminina na quarta-feira, 28


O quanto antes a mulher descobrir alguma diferença no seu corpo, praticar o autoexame, passar pelo médico, mais chance ela tem de realizar o tratamento e ser curada - Gente de Opinião
O quanto antes a mulher descobrir alguma diferença no seu corpo, praticar o autoexame, passar pelo médico, mais chance ela tem de realizar o tratamento e ser curada

Com o tema “Se toque! O diagnóstico precoce pode salvar sua vida!”, o Núcleo de Saúde Ocupacional da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza live sobre cuidado das mamas e do colo do útero, na quarta-feira (28) às 19h, na rede social oficial da Seduc, com a médica mastologista Mailene Lisboa e a mestre Benilce Matos que aborda empoderamento feminino.

O imperativo “Se toque!” é para que todas as mulheres, em especial às educadoras, busquem o autocuidado e o atendimento médico necessário. O objetivo do evento é que as mulheres reservem esse tempo para se cuidar, através das orientações dadas na live.

Mediadora no evento, a psicóloga Elizete Gonçalves conta que em 2020 o tema da campanha nacional é “O quanto antes melhor”, e dentro desta proposta é realizada a sensibilização de diagnóstico precoce.   “O quanto antes a mulher descobrir alguma diferença no seu corpo, o quanto antes praticar o autoexame, passar pelo médico, realizar os exames de Papanicolau e mamografia, mais chance essa mulher tem de realizar o tratamento e ser curada”, explica.

Elizete Gonçalves acrescenta que o tema “Se toque!” é um alerta para a mulher cuidar de si, realizar o toque do autoexame e o toque de cuidado. Uma vez que ninguém mais vai fazer isso por ela se a mesma não fizer. “Como psicóloga, vou falar sobre fatores de risco e de proteção, sempre trabalhando as questões emocionais. Temos muitos mitos acerca do corpo feminino. Existem mulheres de quarenta anos que chegam à clínica e nunca fizeram um autoexame. Principalmente, porque no caso do autoexame, tem a ver com o toque do corpo. Há mulheres que nem se olham no espelho, possuem uma autoimagem negativa, autoestima baixa. E existe ainda em nossos atendimentos mulheres que perdem as mamas, que já não se reconhecem mais porque efetivamente a mama traz a questão da feminilidade”, comenta.

PROTEÇÃO

De acordo com dados do Núcleo de Saúde, é imprescindível ter hábitos saudáveis, realizar alguma atividade física, buscar uma alimentação saudável e manter o peso corporal adequado e, no caso das lactantes, a prática da amamentação para que reduza em pelo menos 30% de casos.

SINTOMAS

Os principais sinais e sintomas da doença são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou nas axilas.

Mais Sobre Educação

Nota do Enem é uma "coringa" para estudantes que sonham cursar em universidade

Nota do Enem é uma "coringa" para estudantes que sonham cursar em universidade

Faltam exatamente dois meses para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Considerado um "coringa" para estudantes que desejam ocuparuma

Colégios SESI SENAI de Rondônia utilizam Minecraft como ferramenta de ensino

Colégios SESI SENAI de Rondônia utilizam Minecraft como ferramenta de ensino

Um dos jogos eletrônicos mais populares do mundo, o Minecraft também está sendo utilizado pelos colégios SESI SENAI de Rondônia como ferramenta de e

Colégios SESI de Rondônia utilizam metodologia Espaço Maker

Colégios SESI de Rondônia utilizam metodologia Espaço Maker

A Rede SESI de Educação está com matrículas abertas e oferta várias ferramentas e realiza atividades focadas na melhoria do ensino/aprendizado. Por ex

Relatório da Seduc aponta que mais de 80% dos participantes de audiência pública não concordam com as aulas presenciais

Relatório da Seduc aponta que mais de 80% dos participantes de audiência pública não concordam com as aulas presenciais

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou o relatório com os resultados da Audiência Pública Virtual, realizada no dia 27 de outubro, sobre