Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia

Empresários das MPE’s promoverão “Encontro com Candidatos” à prefeitura


Empresários das MPE’s promoverão “Encontro com Candidatos” à prefeitura  - Gente de Opinião

Empresários das MPE’s promoverão “Encontro com Candidatos” á prefeitura 

A Federação das Micros e Pequenas Empresas e instituições parceiras, promoverá a 23º edição do encontro com os candidatos à prefeitura de Porto Velho. 

Este encontro é dividido em duas etapas: na primeira, acontece uma reunião com os diretores e presidentes de instituições que  tem como meta transmitir aos candidatos propostas e planos de governo. No 2º encontro, um jantar com 100 empresários é realizado, para que cada um possa ouvir dos candidatos as propostas de governo para a pequena empresa.  

O SIMPI Rondônia, por meio do presidente Leonardo Sobral, tem se movimentado em favor da classe buscando parceiros políticos que promovam o desenvolvimento industrial. “Esse evento é para propor políticas e programas de governo para micro e pequenas empresas, que venham de encontro ao desenvolvimento do município”, completa Leonardo.  

O objetivo é promover ainda a discussão dos pontos mais relevantes da classe, e entender através das propostas dos candidatos qual a melhor escolha.  

Na próxima semana os empresários colocam nas ruas o chamado “vote em quem apoia s pequena empresa” para que a população escolha candidatos que tenham em suas propostas de trabalho à defesa das pequenas empresas em Porto Velho 

 

ICMS antecipado para os pequenos é contestada no SFT  

O artigo 179 da Constituição Federal determina que: “A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios dispensarão às microempresas e às empresas de pequeno porte, assim definidas em lei, tratamento jurídico diferenciado, visando a incentivá-las pela simplificação de suas obrigações administrativas, tributárias, previdenciárias e creditícias, ou pela eliminação ou redução destas por meio da lei.” A partir disso, empresários optantes pelo Simples Nacional têm travado uma longa discussão com as Secretarias Estaduais da Fazenda a respeito da cobrança do Diferencial de Alíquota (Difal) do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Tal complementação do imposto é cobrada quando, por exemplo, alguém traz um produto de outro estado para vender aqui. Contudo a cobrança é inconstitucional para aqueles que são MEI ou ME. Outra medida utilizada pelos empresários para questionar o pagamento desse diferencial é a Lei Complementar 123/2006, que institui o estatuto da micro e pequena empresa e salienta que estes pagam por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), sendo de R$ 57,25 atualmente para MEI e alíquotas variantes de acordo com a faixa de faturamento anual, sobre o valor de cada nota fiscal, para ME. 

Processo no STF 

O processo chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) - recurso extraordinário 970821 de Jefferson Schneider de Barros & Cia Ltda - que sustenta que a cobrança para optantes do Simples Nacional é inconstitucional e ilegal a exigência de antecipação do pagamento, pois alega-se que o pagamento da Difal sem o creditamento do ICMS, que é vedado por empresas desta categoria, dá causa respectiva a inconstitucionalidade. Em sessão plenária no ano de 2018, os ministros do STF Alexandre de Moraes, Barroso, Carmen Lúcia e Ricardo Lewandowski declararam concordar com o pedido do empresário e assegurar a inconstitucionalidade da cobrança. Entretanto, o ministro Gilmar Mendes pediu vista do processo e não retornou ao assunto até hoje. A situação mostra que o arbítrio do Estado combinado com a morosidade do judiciário contribui para o verdadeiro empobrecimento das micro e pequenas empresas. 

 

Liberada nova compra para carros 0km com ofertas de até 30% de desconto 

O Governo Federal, está disponibilizando ofertas e facilidades na compra de bens e contratação de serviços financeiros. O objetivo é movimentar a economia. 

Quem possui um CNPJ e se enquadra na categoria de microempreendedor (critério usa como base rendimentos de anuais de até R$ 81 mil) pode comprar carro zero com até 30% de desconto e garantir empréstimo de quantias consideráveis sem juros e com mais facilidade. Os descontos para microempreendedores chegam a 30% sobre o valor total do veículo; o que vale também para qualquer modalidade de empresa. Isso acontece em razão do abatimento do Imposto sobre circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço (ICMS). Entre as empresas parceiras estão a Fiat, Renault, Volkswagen e Chevrolet. 

A garantia do desconto é feita mediante apresentação do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) no ato da compra. Antes da compra, o empreendedor deve pesquisar previamente o percentual de cada marca, visto que os descontos variam de 2,5% a 30%. 

Se o uso do veículo for justificado para atividades da empresa, os descontos dados são maiores. Esse critério evita a compra de carro com preço mais barato para ser revendido depois a preço de mercado. Outro detalhe que a má utilização do benefício está no tempo de permanência com o bem, que é o mínimo de um ano. 

 

MEI, conhece o “Programa Juro Zero”? 

O Programa Juro Zero, oferecido pelo Banco do Povo, se trata de uma modalidade de crédito para os Microempreendedores Individuais (MEIs) e concede financiamentos isentos de taxas de juros e prazo maior para pagar (em até 36 vezes). Dos valores garantidos, estão as quantias de R$ 3.000 (mínimo) a R$ 30.000 (valor máximo).  Mas existem também algumas regras que precisam ser obedecidas. Algumas delas são: 

Não possuir restrições cadastrais; 

O financiamento deve ser destinado para a compra de produtos que expandem o negócio, como compra de acessórios para veículos, maquinário, ferramentas de trabalho, motocicletas, veículos utilitários, entre outros. 

Para que haja a concessão do crédito, a microempresa deve passar por período de carência, ou seja, vão ser analisadas informações de rendimentos e situação do negócio para aprovação no programa. 

Os interessados em participar do Programa Juro Zero do Banco do Povo podem solicitar a ficha cadastral via WhatsApp do Simpi -  69 9 99330396. 

 

SIMPI promove curso de Marketing Digital para  Meis e Microempresas 

Já pensou em colocar sua empresa no face book e mostrar seu produto para 20 mil pessoas? Ou colocar seu produto na cara muitos  clientes através dos  grupos de WhatsApp? Então pense nisto, pois hoje em dia já é uma necessidade para seu negócio. Essa ação pode mudar o rumo de uma empresa e conquistar novos clientes de forma rápida. Além disso, agrega valor a qualquer empresa, alcança seu público-alvo, mensura seus resultados e aumenta a possibilidade de fazer novos negócios. A primeira impressão para o empresário pode ser de que esse tipo de investimento custe caro e que o retorno demora a chegar. Mas existem várias ferramentas que podem ser usadas de forma gratuita e são de fácil utilização.  

Pensado nisso, o SIMPI irá promover um curso voltado ao marketing digital. O curso irá acontecer já em novembro, e irá ensinar como colocar a sua empresa  no face book, Instagram e twitter para promover o seu negócio e por onde começar com tudo isso.  

As jornalistas, Aléxia Oliveira e Karina Quadros estarão a frente desse curso. Ambas com ampla experiência em mídias sociais e comunicação.  

O curso será presencial para 6 empresários que se inscreverem e para os de fora do estado, de forma online. As inscrições podem ser feitas via WhatsApp, no (69) 9 9933-0396. Será enviado um formulário para preenchimento e link para pagamento via cartão de crédito. 

Mais Sobre Economia

Prefeito reeleito Celso Lang se reúne com diretoria do Sebrae em Rondônia

Prefeito reeleito Celso Lang se reúne com diretoria do Sebrae em Rondônia

Os diretores do Sebrae receberam esta semana (24) a visita do prefeito reeleito da cidade de Urupá, Celso Lang. Na agenda, futuras parcerias entre o m

A privatização da Saúde no Brasil

A privatização da Saúde no Brasil

Muito se fala sobre a privatização da Saúde, mas o que poucos sabem é que Sistema Único de Saúde (SUS) evoluiu de uma iniciativa do setor privado. Em

Consultoria do Sebrae ajuda agroindústria a reduzir danos ambientais e aumentar faturamento

Consultoria do Sebrae ajuda agroindústria a reduzir danos ambientais e aumentar faturamento

Para empreender, é necessário planejamento. E nesse planejamento, hoje, é imprescindível pensar em sustentabilidade - fundamental para o desenvolvim

Black Friday 2020: muda em relação aos anos anteriores?

Black Friday 2020: muda em relação aos anos anteriores?

A tão esperada data para compras com descontos está chegando este ano, na última sexta-feira do mês de novembro, no dia 27. A Black Friday tem se to