Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

SÃO LUCAS inscreve para curso de Especialização em Projetos Turísticos


A Faculdade São Lucas está com inscrições abertas para o curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos, que começa em agosto. A iniciativa leva em conta que o desenvolvimento da atividade turística é baseado na formatação inovadora de produtos turísticos e pela excelência dos serviços, visando atender características e exigências qualitativas dos segmentos de demanda dos mercados emissores. Além disso, é avaliado o fato de que a base de sustentação da política de desenvolvimento está centrada no desenvolvimento turístico, excelência dos produtos e serviços e o fortalecimento da infra-estrutura básica e turística, vertentes estratégicas para o segmento.

A Faculdade São Lucas faz a diferença ao lançar o curso de Especialização em Projetos de Empreendimentos Turísticos, que tem como objetivo qualificar o pós-graduando para elaborar projetos turísticos ligados a diversos segmentos que compõem o mercado, propiciando uma visão holística que viabilize um perfeito encaminhamento nos diversos segmentos.

Com a realização do curso, a Faculdade São Lucas ainda leva em conta que os produtos turísticos são constituídos por um amplo e diversificado conjunto de atividades econômicas entre si, visando atender às necessidades de transporte, hospedagem, alimentação, entretenimento e lazer dos viajantes. Importante observar que o turismo abrange mais de 52 segmentos da economia com reflexos consideráveis, diretos e indiretos, sobre a geração de empregos. Em razão disso, é acentuada a dinamicidade do setor. Análises macroeconométricas da Organização Mundial do Turismo (OMT) apontam que o turismo ocupa o primeiro lugar na geração de emprego e renda no produto interno bruto mundial, responsável pela captura de 11,4% dos investimentos globais de todas as atividades produtivas.

Em Rondônia existe oferta de recursos naturais e artificiais ligados à atividade turística, mas o mercado ainda é carente de profissionais capacitados para a elaboração de projetos, tanto na esfera privada quanto na pública, fundamentais para fomentar o desenvolvimento da economia regional, de acordo com as premissas dos órgãos financiadores para o setor, através da descentralização dos recursos federais, dentre os quais os Ministérios do Turismo, da Ciência e Tecnologia, dos Transportes, do Meio Ambiente, da Cultura e Embratur, bem como a Fundação Roberto Marinho, Banco da Amazônia e Banco do Brasil, dentre outros. Maiores informações podem ser obtidas através do telefone 3211-8015.

Fonte: Chagas Pereira - Registro Profissional 165 DRT/RO

Mais Sobre Cultura

Domingo tem Feira Cultural Novembro Negro no Mercado Cultural.

Domingo tem Feira Cultural Novembro Negro no Mercado Cultural.

A associação é um coletivo representado por várias mulheres, que surgiu baseado em um estudo que umas das fundadoras, Anny Cleyanne, assistiu atravé

Artistas habilitados ao recebimento do auxílio emergencial da cultura devem apresentar documentação até domingo, 29

Artistas habilitados ao recebimento do auxílio emergencial da cultura devem apresentar documentação até domingo, 29

Visando cumprir o compromisso com a classe artística rondoniense, o Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura,

Artistas de Vilhena podem se inscrever em edital que entregará R$ 225 mil a 22 projetos na cidade

Artistas de Vilhena podem se inscrever em edital que entregará R$ 225 mil a 22 projetos na cidade

A Fundação Cultural de Vilhena lançou edital do Prêmio Anita Pietchaki que vai entregar R$ 197 mil para as 22 melhores propostas artísticas apresentad

Relação dos habilitados a receber o auxílio emergencial destinado ao setor cultural de Rondônia é divulgada

Relação dos habilitados a receber o auxílio emergencial destinado ao setor cultural de Rondônia é divulgada

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer de Rondônia (Sejucel) publicou a Portaria nº 226,