Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Lenha na Fogueira e as mortes de Gabriel Lorenzo e do pioneiro Emanuel Pontes Pinto


Lenha na Fogueira e as mortes de Gabriel Lorenzo e do pioneiro Emanuel Pontes Pinto - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

 

A vida tem dessas coincidências e surpresas surpreendentes. Não é a primeira vez que o fenômeno acontece.

*********

Estou tentando dizer, o quanto o passamento do nosso colega, brincante do Boi Bumbá Corre Campo e Influenciador Digital GABRIEL LORENZO nos deixou abalado.

**********

Garotinho Gabriel vivia aperreando, uma hora o Antônio de Castro Alves (saudoso), outra sua esposa Maria José Brandão a dona Branca, por vaga em uma das “BARREIRAS” do Boi, fosse como Vaqueiro ou Rapaz, por ser ainda criança, foi levado para brincar no Boi Veludinho que a época contava com a presidência do folclorista Nego, mas, quem mandava mesmo, era o Antônio de Castro Alves. Não lembro se Gabriel brincou no Veludinho, porém, sei que não parou de aperrear a Branca por uma vaga no Corre Campo.

**********

Já adolescente conseguiu seu intento e começou a brincar no Boi do seu coração o Corre Campo, como 1º Rapaz, personagem que em 2019, lhe deu o título de campeão do Flor do Maracujá e o troféu de MELHOR RAPAZ.

**********

No início o negócio dele era fazer BOLO e olha que era um melhor que o outro, para presentear sua Rainha, como ele chamava a Branca.

**********

Desde de muito cedo Gabriel adorava ajudar o próximo, foi um dos idealizadores do Projeto Anjos do Bem, pelo qual desenvolvia um conjunto de ações de solidariedade que visavam proporcionar alegria a crianças, jovens e adultos em datas especiais.

*********

Com o tempo Gabriel conquistou a admiração de muita gente, não só em Porto Velho, mas em muitos lugares desse Brasil afora. Participou de vários programas de televisão como o “Encontro com Fátima Bernardes” e tantos outros das demais redes de televisão e se transformou em DIGITAL INFLUENCER com mais de 200 MIL SEGUIDORES.

**********

 

Centenas de mensagens de despedida, foram postadas nas redes sociais, durante todo o dia de ontem, por pessoas de todas as classes sociais, inclusive de autoridades constituídas.

**********

Voltando ao primeiro tópico desta coluna, onde escrevo sobre as coincidências e surpresas que a vida nos reserva.

**********

GABRIEL LORENZO faleceu no dia da ÁRVORE. Ele que em vida, plantou várias árvores que com certeza, vão continuar dando frutos de solidariedade.

**********

GABRIEL LORENZO uma árvore cuja raízes hão de se transformar em eternas em nossos corações.

***********

Outra pessoa que nos deixou neste início de semana (domingo dia 20), foi o pioneiro Emanuel Pontes Pinto.

Emanuel Pontes Pinto - Gente de Opinião
Emanuel Pontes Pinto

***********

Em declaração ao “Museu de Gente de Rondônia” Emanuel relata:

**********

Nasci no município de Maranguape (CE), no dia 10 de maio de1924.

**********

Minha origem é no estado do Pará precisamente no seringal Tauari que ficava no Rio do mesmo nome no município de Gurupá no Estado do Pará, onde moravam meu pai e minha mãe.

**********

Acontece que meu pai foi acometido de MALÁRIA e a família achou por bem, leva-lo para o Estado do Ceará precisamente no município de Maranguape e lá eu nasci, no dia 10 de maio de 1924.

**********

Emanuel conta que aos 7 anos de idade, já morando no município de Icoaraci próximo da cidade de Belém, seu pai teve que tirar um novo Registro de Nascimento, já que aquele que havia feito em Maranguape no estado do Ceará não foi encontrado, e como o Cartório de Maranguape havia pegado fogo, não conseguiu a segunda via do documento.

**********

Então, para conseguir matrícula no Colégio em Icoaraci teve que tirar um novo Registro e então, o local de nascimento passou a ser o Município de Icoaraci no Estado do Pará.

 

*********

Chegou a Porto Velho no início dos anos de 1940, vindo no Navio Vaticano no qual também viajou a professora Marise Castiel.

**********

Em Porto Velho, trabalhou como servidor público, empresário, repórter, revisor, redator e proprietário do Jornal O Guaporé.

**********

Foi Prefeito de Porto Velho e suplente de Deputado Federal. Cursou o supletivo no Colégio Presidente Vargas.

**********

Já com a idade avançada fez vestibular e se Licenciou em História pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR e fez mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1992.

**********

Escreveu sete livros: 01- Caiari – Lendas, Proto-História e História; 02- Real Forte Príncipe da Beira; 03- Rondônia: Evolução Histórica; 04-Hidrovia do Grão-Pará a Mato Grosso; 05- Urucumacuan – Mitos, Lendas, Tradições e História; 06 - Território Federal do Guaporé – Fator de Integração da Fronteira e 07- Acriânia – A revolução do Acre e a Ferrovia Madeira-Mamoré. Casou-se com Carmem Pontes Pinto, com quem tem dois filhos: Emanuel Pontes Pinto Júnior e Ana Lídia. (Fonte Anizinho Gorayeb).

***********

Olha como a vida nos surpreende a todo momento: Emanuel Pontes Pinto faleceu aos 96 anos de idade.

***********

Gabriel Lorenzo nos deixou aos 21 anos de idade.

***********

SAUDADES ETERNAS! 

Mais Sobre Cultura

Sarau Online: inscrições continuam abertas  para artistas e estudantes

Sarau Online: inscrições continuam abertas para artistas e estudantes

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Educação por meio da equipe da Biblioteca Viveiro das Letras vai promover o Sarau On

Itaú Cultural abre nova convocatória a_ponte, com foco na potência  do fazer virtual e a ampliação de intercâmbios na formação teatral

Itaú Cultural abre nova convocatória a_ponte, com foco na potência do fazer virtual e a ampliação de intercâmbios na formação teatral

No dia 21 de setembro (segunda-feira), o Itaú Cultural abre as inscrições para a terceira convocatória de a_ponte: cena do teatro universitário, ago

Amazônia das Palavras recebe José Roberto Torero

Amazônia das Palavras recebe José Roberto Torero

O bate papo do Amazônia das Palavras na próxima sexta-feira, 28 de agosto, será com o escritor José Roberto Torero, que na primeira edição do projet

Tacacá Musical volta às atividades nesta quarta-feira em Porto Velho

Tacacá Musical volta às atividades nesta quarta-feira em Porto Velho

O Mercado Cultural de Porto Velho está trazendo de volta, aos poucos e com algumas atrações, o projeto Tacacá Musical, após cinco meses suspenso por