Porto Velho (RO) sábado, 25 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Cultura

Juraci Júnior compartilha projetos culturais da Casa do Rio para primeiro semestre de 2022


Juraci Júnior - Gente de Opinião
Juraci Júnior

Após 12 anos de dedicação à televisão rondoniense, onde esteve desempenhando a função de Diretor de Conteúdo da SIC TV (Record) nos últimos oito, o publicitário Juraci Júnior começou o ano com um novo foco: dedicar-se aos projetos independentes voltados à cultura com a Casa do Rio Filmes. 

A Casa do Rio Filmes, fundada pelo comunicador, tem como missão produzir conteúdo que promete trazer à luz os traços culturais do Estado, contextualizá-lo com a Região Norte e a Amazônia e inseri-lo de forma destacada no cenário nacional. 

De forma singela e despretensiosa, a produtora já tem na bagagem alguns trabalhos significativos no registro audiovisual da região, como  o curta-metragem “Balanceia” (2017), onde Juraci estreou na dupla função de roteirista e dividiu a direção com Thiago Oliveira. Em “Nazaré: do verde ao barro” (2021), o publicitário assina o roteiro e direção. Em seu primeiro livro “Pele de Rio” (2021), o autor apresentou Porto Velho através de poesias e fotos do cotidiano. 

Para 2022, o artista já trabalha em dois novos projetos viabilizados através do Edital nº 32/2021/SEJUCEL-CODEC - 2ª Edição Pacaás Novos - Prêmio para Difusão de Festivais Mostras e Feiras Artísticos-Culturais e também Edital nº 34/2021/SEJUCEL-CODEC - 2ª Edição Mary Cyanne - Prêmio de Produção Artistico-Cultural para Transmissões Ao Vivo/Gravadas. 

Com o projeto Casa em Casa, que será exibido gratuitamente nos dias 16 e 17 de março no canal do artista (www.youtube.com/c/JuraciJunior), o público poderá assistir e conhecer de forma aprofundada dois artistas locais que têm intensa relação com a cidade e o rio, Elizeu Braga e Marcela Bonfim. 

Já em maio, o publicitário exibirá o festival de artes integradas “Águas que me Tocam”, uma série de cinco episódios que contam a história dos povos amazônicos, utilizando como pano de fundo a relação das pessoas, das artes, da cidade com o rio. O festival coloca em cena a poesia, o cinema, a literatura e a música produzidas nessas águas. Entre os convidados estão: Bado, compositor e intérprete; Tarcísio Lara Puiati, diretor de cinema; Elizeu Braga, poeta; Dr. Gustavo Gurgel do Amaral, pesquisador da geografia dos sabores; Clarinda Sateré Mawé, Mestre em Antropologia e Edcleia Jucá, bailarina. 

“Minha relação com a cidade e o rio sempre foram afetuosas, com muita entrega e sinergia. O Rio dá nome à produtora e também é tema de muitos dos meus trabalhos, tem muita história pra contar e tem um povo rico em vivências, saberes e cultura. Nestes novos trabalhos quero poder dar voz a essas pessoas e mostrar o nosso Estado para o Brasil e também para o mundo!”, enfatiza Juraci Júnior. 

Juraci Júnior compartilha projetos culturais da Casa do Rio para primeiro semestre de 2022 - Gente de Opinião

Sobre o artista

Juraci Júnior é um artista que se forjou nestas águas amazônicas. Vivencia neste pedaço da floresta sua produção artística, que ao longo de 18 anos de trabalho, já produziu e participou de inúmeras linguagens da arte. Um multiartista, que passa dos palcos do teatro para as telas do cinema, televisão e que mergulha também na escrita. Nos últimos anos tem se dedicado a pesquisar e divulgar o saber popular, as tradições e hábitos do povo amazônida. Formado em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), especialista em Direção de Criação de Conteúdo, pela Universidade Pompeu Fabra – Barcelona/ESP) e ator de vivência artística. 

Na televisão se destaca na criação e apresentação de produções audiovisuais inéditas na região, como o reality “Chef de Casa” e o programa de turismo regional “Rolê”, exibidos pelo canal SIC TV, onde assinou a Direção de Conteúdo por oito anos. No cinema, estreou como ator no curta “Quimera”, de Tarcísio Lara Puiati (RJ), protagonizou ainda, o filme “Que Assim Seja” (RO), de Érica Pascoal. Sua estreia no cinema como roteirista e diretor é no filme “Balanceia” (RO), dirigiu ainda o curta-metragem “Nazaré: do verde ao barro”, premiado na primeira edição da execução da Lei Aldir Blanc no Estado de Rondônia. Seu primeiro livro “Pele de Rio” (2021) apresenta uma Amazônia em poesias e fotos do cotidiano.

Mais Sobre Cultura

Banda Sala 8 lança o álbum “Viva o hoje”

Banda Sala 8 lança o álbum “Viva o hoje”

A Banda de pop rock de porto velho, chamada Sala 8, vem trazendo novidades este ano. Com influências de bandas de rock nacionais e internacionais, c

Lançamento do livro “Foco Nelas”: mulheres nos Bastidores na cena teatral do Acre e de Rondônia

Lançamento do livro “Foco Nelas”: mulheres nos Bastidores na cena teatral do Acre e de Rondônia

O livro, organizado por Andressa Batista, Jessiane Gisele, Ana Paula Alab e Valeska Alvim, traz um olhar para as mulheres que trabalham com figurino

Lançamento do livro "Lara Vai ao Teatro"

Lançamento do livro "Lara Vai ao Teatro"

O livro, de autoria de Andressa Batista, e ilustrado por Vitória Morão, conta a história de Lara e seus amigos que vão conhecer as profissões e os p

Vídeo-teatro performativo “Corpos do Prazer” estreia no sábado (25/06)

Vídeo-teatro performativo “Corpos do Prazer” estreia no sábado (25/06)

Invisibilidade, transfobia, violência e moralismo são alguns dos temas que povoam a obra “Corpo do Prazer”, vídeo teatro-performativo do artista Áda