Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Soniamar

ARTE DA TERRA – BIRA LOURENÇO - O DESTAQUE DA SEMANA


ARTE DA TERRA –  BIRA LOURENÇO -  O DESTAQUE DA SEMANA - Gente de Opinião

Já se definia em tempos atrás que percussão é “instrumento musical cujo som é obtido através do impacto, raspagem ou agitação, com ou sem o auxílio de baquetas.” Mas o que dizer do som criado através de instrumentos inusitados como a água e/ou a vara de bambu entre outros objetos não reconhecidos como instrumento de percussão?  Bira Lourenço* é o percussionista em questão que faz da arte do objeto que tem em mãos os sons mais instigantes e contagiantes. Ele não apenas produz som, ele é o som...é a palavra... é a música... é a essência de algo maior, transcendental... iluminado por um dom excepcional que só pode ter vindo da luz...do que há de mais belo no universo.É capaz de quebrar interditos ...Sua alma está centrada no instrumento,seu coração no batuque... no ritmo... Podemos dizer que o seu som vai do silêncio à intensidade máxima da elevação espiritual...sons estes, cuja altura não pode ser perfeitamente determinada,pois produzem variações incertas de altura ao longo de sua duração produzindo um acompanhamento que não interfere na harmonia do que há de mais belo na percussão.É capaz de superar a imanência daquilo que nos paralisa.

Como dizia um grande doutor em Ciência da literatura Sr.Paraguassú que “as questões brotam dos caminhos da abertura do ser, onde reside um querer que se põe à busca da origem daquilo que se mostra - a coisa - e que se dá em experiência ganhando ‘forma’ ao evidenciar-se na sua gênese, conduzindo a vontade, o ‘querer’ ". Bira Lourenço é isso – busca na multiplicidade infinita do instrumento que tem em mãos o som mais precioso onde é tomado pelo próprio ser e, é por essa abertura do ser que se mostra como questão a ser observado diferentemente dos conceitos fechados, pois agrega em si uma pluralidade de possibilidades que geram outras possibilidades do ser, do ser como verdade que brota que instiga que se instaura e vigora desnudando o que continuamente desnuda. Seu corpo,seu toque no instrumento,seu batuque parece buscar sair  de si,encontrar-se com um ser  -  ou em um ser - que lhe dê a plenitude daquele momento.

Sua sonoridade que a primeira mão estaria em segundo plano por estar acompanhando alguém no palco, ultrapassa o plano em questão e se revela como a peça principal. Chega até nós e nos impulsiona a fazer o salto para o abismo a procura de desvendar o mistério que o envolve,sua transcendência... Bira Lourenço não se deixa aprisionar pelos conceitos da percussão, ele quebra paradigmas e mostra que a arte não está presa a teorias... traz luz à ilusão e ao mistério como força vital presente, eclode mesmo na ausência de sua presença,é SER  sendo, onde não ser é eterna presença...é  real....

Seus instrumentos inusitados dialogam entre si e consigo mesmo... seu corpo,sua alma celebram o batuque de forma plena...

Ele vai além do "ser" percussionista em palco.Sua essência transcende a técnica, transcende a linguagem, no fazer de cada instante,no co-fazer e no com-crescer pela doação da própria alma ou do co-espírito para a essência da verdade e, tudo se resume ao que   ele próprio diz: “Toco a mais pura verdade dos sons que em mim habitam ou perpassam...”

Conhecer Bira Lourenço é impossível , pois para isso precisa se embrenhar nesse mistério que é a sua dimensão transcendente.É quebrar o interdito como dizia Clarice Lispector ,mas conhecer sua alma no toque de cada instrumento é mágico e,reconhecer sua competência,seu talento se faz necessário não só dentro do meio em que vive para que possas romper fronteiras e barreiras que o levem para o lugar de destaque que seu talento merece.

ARTE DA TERRA –  BIRA LOURENÇO -  O DESTAQUE DA SEMANA - Gente de Opinião

*Bira Lourenço é Professor de Percussão em Projetos com alunos de Escolas Públicas, desenvolvendo um trabalho que é muito bem acolhido pela comunidade de discente como acontece na Escola Barão de Solimões em Porto Velho, trabalha com portadores de necessidades educacionais especiais, formação de professores e ressocialização de apenados e egressos do Sistema Penal. Participa de vários CDs de Compositores locais e já desenvolveu vários trabalhos associados ao Teatro,em pesquisas sobre a dramaturgia sonora e dedica-se a pesquisar possibilidades sonoras em objetos ,instrumentos de barro,água entre outros.

Fonte: Soniamar

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Soniamar

SEDUC & FARO NUMA PARCERIA INÉDITA EM PROL DA EDUCAÇÃO

SEDUC & FARO NUMA PARCERIA INÉDITA EM PROL DA EDUCAÇÃO

Realizado nessa sexta-feira 02/06 o maior Aulão Enem no Estado de Rondônia (1.100 alunos presentes) - no Teatro Estadual Palácio das Artes - transmiti

SONS DE BEIRA

SONS DE BEIRA

Imagem: Foto de divulgação Bira Lourenço É hoje, (19) mais uma edição de SONS DE BEIRA com Bira Lourenço e Catatau. Ambos trabalham na pesquisa de son

Vamos falar de Arte?

Vamos falar de Arte?

Uma simples palavra que traz em seu contexto uma relevância fora do comum e a pergunta é sempre a mesma: Por que ela continua tão inacessível? Falta d

Arte da Terra - Poemusic

Arte da Terra - Poemusic

Poemusicé um movimento organizado pelos próprios artistas que em conjunto promovem reuniões, saraus em prol da divulgação de suas obras. No próximo Do