Porto Velho (RO) quinta-feira, 26 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Robson Oliveira

Preterido do MDB + Vexame + É lorota o pedido de impugnação contra Vinicius + DER sorrateiro


Preterido do MDB + Vexame + É lorota o pedido de impugnação contra Vinicius + DER sorrateiro - Gente de Opinião

PRETERIDO   

O MDB decidiu lançar Williames Pimentel como seu candidato a prefeito da capital, preterindo o desembargador aposentado Walter Waltemberg, embora ao convidar o desembargador para se filar ao partido, ele (Walter) seria o candidato. Mas, com as proximidades das convenções, a cúpula dirigente da legenda optou por Pimentel mesmo sabendo dos problemas judiciais que o candidato enfrentaria no decorrer da campanha eleitoral. Aliás, esta coluna alertou que o candidato teria a vida jurídica vasculhada e não deu outra.   

  

RÉU  

Não vai ser fácil a campanha do emedebista com os adversários fustigando os motivos pelos quais Pimentel virou réu numa ação de improbidade pela 1ª Vara Cível de Cacoal num caso que envolve um suposto malfeito na contratação irregular de serviços de lavanderia para o Hospital Regional de Cacoal.   

  

LISTA  

Para piorar a situação do candidato emedebista da capital, o nome de Williames Pimentel consta também no Portal Transparência com contas julgadas irregulares no processo 00951/10, do Tribunal de Constas do Estado, transitado em julgado em 28 de fevereiro de 2019, na decisão APL/TC 00056/19. A coluna não conseguiu apurar se a condenação tem condão de obstar a pretensão do candidato. No entanto, uma irregularidade nas contas de um gestor por um órgão colegiado põe em dúvida a elegibilidade. Além do compromisso assumido na OAB.   

  

IMPUGNAÇÃO  

Perscrutando o site do Tribunal Regional Eleitoral, a coluna não encontrou nenhum pedido de impugnação feito pelos adversários de Pimentel e nem pelo Ministério Público Eleitoral em razão deste julgamento, o que em tese pode ocorrer a qualquer momento. Não significa que os problemas impeçam a candidatura. Para dizer que nada conspira favorável ao candidato, justiça seja feita, foi o mais operoso secretário da Sesau, bem melhor que o atual falante.   

  

OPORTUNIDADE  

O MDB da capital perdeu uma ótima oportunidade para se renovar ao ignorar a postulação de Walter Waltemberg a candidato do partido a prefeito. Contudo, o eleitor ganhou um ótimo candidato à edilidade municipal, o que enobrece um legislativo mirim que outrora provocou muita vergonha aos munícipes da capital.   

  

OAB  

Repetindo as eleições anteriores, a Ordem dos Advogados do Brasil convidou os candidatos a prefeitos para aderirem a uma carta princípios da instituição pela ética na política e contra os malfeitos nas campanhas. Todos os candidatos da capital rondoniense estiveram na sede da Seccional e assinaram a bendita carta. O que intriga é que horas depois da assinatura seguidores dos candidatos caíram de pau nos adversários, revelando que ações para coibir o vale tudo são assinadas por todos sem o menor pejo. Numa campanha atípica em meio à pandemia as redes sociais vão dominar a eleição o que exigirá dos comitês reforço jurídico para conter as Fake News e os excessos dos comitês eleitorais mais atirados.    

  

VEXAME  

Pelos discursos que os candidatos fizeram na OAB-RO, dissonantes com o tema central contra corrupção eleitoral e malfeitos, o que ouvimos foi um circo de horrores. Apenas dois, da lista enorme de candidatos a prefeito de Porto Velho, tocaram no tema do evento. Os demais sequer souberam ler a cola que a assessoria aprontou sobre plano de governo. Lindomar Garçon, que se notabilizou em aparecer nas fotografias de “bicão” (uma espécie de papagaio de pirata), talvez prevendo um vexame, não compareceu e optou em enviar a candidata a vice para assinar a carta. O formato do evento que a OAB mantém é obsoleto e não tem a mesma força de quando foi idealizado.   

  

LOROTA  

O pedido de impugnação feito pelo comitê eleitoral de Breno Mendes contra a coligação do PDT com a candidatura de Vinicius Miguel do Cidadania não passa de lorota. A coligação está hígida e sem vícios, diferente do que alega Mendes. Houve renúncia da chapa homologada pela convenção pedetista e coube à direção do partido decidir por se coligar com o Cidadania, nos prazos absolutamente normais. Ademais, caso assistisse razão à parte autora, o que não é o caso, o máximo que poderia acontecer seria a dissolução da coligação, sem que o registro da candidatura de Vini sofresse qualquer impugnação. Todos têm direito a pleitear na justiça os seus interesses, mesmo que seja apenas uma lorota.  

  

FACÍNORAS  

É inconcebível num estado democrático de direito atos violentos praticados por grupos extremistas sob a bandeira de lutar por reforma agrária. Os movimentos sociais são absolutamente essenciais à democracia e na reivindicação por uma vida mais igual para todos, mas utilizar de técnicas de emboscada para ceifar a vida de qualquer pessoa é conduta de facínora. A morte de dois policiais ocorrida no final de semana tem que ser repudiada por todos e levada ao julgamento conforme prescreve a legislação penal, com todo o rigor que a lei descreve.  

  

TEMPERANÇA   

Embora parte da corporação militar tenha protestado pela possível parcimônia do governador coronel Marcos Rocha, ex-colega dos militares tombados, como chefe do Executivo Estadual o governador agiu com denodo e temperança. Não há na coletiva dada por Marcos Rocha e seus auxiliares qualquer leniência em relação aos facínoras. As palavras do governador foram absolutamente adequadas num momento de tensão como este, e não poderia ser diferente. Um verbo instigando os comandados a agir fora dos ditames legais seria uma senha para que uma nova Corumbiara se repetisse em solo rondoniense. O cargo de governador exige, entre outros predicados, muita temperança. Rocha demonstrou que na crise sabe lidar com responsabilidade e inteligência. Merece elogios e, em relação aos facínoras, todos querem que justiça seja feita conforme a lei.    

  

TRÉPLICA  

Uma nota dada pela coluna passada intitulada empulhação – abordando a inocuidade da exigência de um relatório supostamente para identificar pacientes com covid que desembarcavam em Porto Velho – rendeu uma reação áspera de um cidadão anônimo de nome Fipile Jeferson, autointitulado idealizador do sistema. Na réplica o indigitado apresenta as justificativas e chega a ironizar as fontes consultadas pela coluna para concluir que a ação no aeroporto Jorge Teixeira, única em todo Brasil, era uma empulhação. Na mesma entoada o cabra se gaba das ações de combate ao covid empreendidas pela Sesau ao afirmar (sem abordar as ações policiais que ocorreram na secretaria) que é uma das quatro melhores do país. A coluna estava preparada para a tréplica ao genioso rapaz, mas ao desembarcar no aeroporto da capital, sexta-feira passada, percebeu que a empulhação havia acabado. Coincidência, ou não, a empulhação acabou após a coluna denunciar a ineficácia da ação e ao ouvir especialistas da área, inclusive o Dr. Hiram Gallo, Diretor do Conselho Federal de Medicina. Há um adágio popular que o genioso deveria seguir: quem fala muito dá bom dia a cavalo.   

  

SORRATEIRO  

Não é justificativa plausível um governo mandar sorrateiramente o DER rebocar num domingo uma máquina que estava prestando serviço à população porque a execução da obra estava a cargo de uma administração municipal não aliada. Nada, absolutamente nada, justifica o guincho sorrateiro. Quem perde não é o prefeito, nem os asseclas ocultos do governador, quem perde é o povo destinatário real das ações públicas. Querer ajudar um aliado retaliando adversário de forma tão vil, é coisa de cabeça de bagre. Marcos Rocha errou feio e o fato ainda vai dar muita dor de cabeça. Ainda bem que a do escriba é chata.   

  

PIMPOLHO  

Pelos movimentos políticos do coronel Marcos Rocha, o candidato oficial a prefeito do governo na capital é Breno Mendes, ex-chefe de gabinete do atual prefeito. Já é possível sentir os movimentos do governo para anabolizar o novo pimpolho. Já o ex-líder do governo Rocha na Assembleia Legislativa, Eyder Brasil, igualmente postulante ao paço municipal, está sendo ignorado e esnobado pelos auxiliares do governo do ex-aliado, a exemplo da primeira dama que é a mais entusiasmada com a campanha do pimpolho.   

  

PESQUISA  

Já começam a aparecer os primeiros números de pesquisa eleitoral na capital. Independente dos números, quem possui um mínimo de experiência em eleição sabe que historicamente na capital o eleitorado decide o voto nos últimos três dias que antecedem a eleição. Portanto, os números são reflexos do momento, ainda assim quando são apurados, digamos, de forma mais real. Uma boa pesquisa não é barata e sai mais cara para o candidato quando é anabolizada para atender a própria vaidade.  

  

RECUPERAÇÃO  

É com muita alegria que este cabeça chata recebe a notícia da recuperação do Dr Heverton Aguiar, um amigo dileto que venceu o covid depois de muita luta. Pela corrente de pessoas torcendo por sua recuperação revela o apreço que todos têm a figura humana que é Dr Heverton. O total restabelecimento ainda demora em razão das sequelas, mas não corre mais perigo de vida. Aleluia!   

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Robson Oliveira

Reta final + Rejeição de Hildon + Cristiane negacionista + Teoria da conspiração

Reta final + Rejeição de Hildon + Cristiane negacionista + Teoria da conspiração

RETA FINAL São apenas quatro dias que nos separam em Porto Velho do segundo turno para que os eleitores possam escolher o prefeito entre o tucano Hi

Um resultado que não surpreendeu + O grande perdedor foi o governador Marcos Rocha + Votação inexpressiva ao MDB

Um resultado que não surpreendeu + O grande perdedor foi o governador Marcos Rocha + Votação inexpressiva ao MDB

FINALISTA Conforme detectado nas pesquisas divulgadas para prefeito na capital, a segunda vaga para enfrentar Hildon Chaves (PSDB) seria bem disputa

Novos números de pesquisas + Oscilação entre os candidatos + Limites aos candidatos + Luz do Alvorecer

Novos números de pesquisas + Oscilação entre os candidatos + Limites aos candidatos + Luz do Alvorecer

DÚVIDAS Estamos nos últimos dias da eleição municipal com o quadro começando a tomar forma com as candidaturas se consolidando. Esta semana devem ap

 Pesquisa em Rondônia virou piada sem graça + Reviravolta em Ariquemes + Marcos Rocha e a sova de 2018

Pesquisa em Rondônia virou piada sem graça + Reviravolta em Ariquemes + Marcos Rocha e a sova de 2018

PESQUISA Anunciar percentual de pesquisa em Rondônia virou piada sem graça, visto que, exceto os contratantes, ninguém mais acredita – embora haja a