Porto Velho (RO) segunda-feira, 8 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Montezuma Cruz

Mães da Zona Leste são as maiores doadoras de leite


Mães da Zona Leste são as maiores doadoras de leite - Gente de Opinião

Mães da zona leste de Porto Velho são as maiores doadoras de leite que atende às necessidades do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro.

Somente a UTI neonatal é abastecida por aproximadamente 40 mães da periferia. Outras unidades hospitalares também se servem do Banco de Leite Santa Ágata.
Diariamente, o berçário atende em média 40 bebês. O leite coletado vale por 15 dias.

O vaivém é constante, daí a campanha permanente por doações. “Algumas abastecem os próprios filhos”, conta a enfermeira Edilene Macedo Cordeiro. Segundo ela, o leite cru pode ser armazenado durante 15 dias.

O banco também tem a colaboração do Posto de Coleta de Leite Ernandes Índio (zona leste), da Prefeitura de Porto Velho.

Uma vez por semana, profissionais de saúde do banco coletam o leite das 7h30 às 18h e o colocam no congelador. “O trabalho na zona leste dura sempre dois dias”, ela disse.

O leite é encaminhado para o laboratório do banco, passa pelo processo de pasteurização, onde é purificado para ser adequadamente servido aos recém-nascidos prematuros de alto risco e baixo peso.

Mães da Zona Leste são as maiores doadoras de leite - Gente de Opinião

NOBREZA

Amamentar é um gesto nobre, que demonstra o desprendimento, o amor e a relação mais íntima e pura entre mãe e filho. Mas se já é um ato de nobreza o aleitamento materno, o que dizer das conhecidas como “mães de leite”, que mesmo no anonimato doam o leite para recém-nascidos internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) do estado?

A história de Gabriela Sales Lima da Silva é um exemplo. Pela segunda vez a jovem de 30 anos doou. Quando o fez, a filha Grazyela tinha 7 anos, e Mikael, seis meses de vida. “Muito gratificante”, ela considerou.

“Eu tinha tanto leite que meio seio chegava a doer”, relatou na ocasião. Em média, 300 mililitros a cada semana.


“MEUS SEIOS JORRARAM LEITE”

Técnicas do banco ensinam como massagear a mama para evitar que o leite empedre, e também me incentivam as mães à doação.

Nathália Ferreira Batista, 26, disse que o banco foi uma “descoberta maravilhosa”. “Eu nem sabia que isso existia até ter a minha primogênita. O parto foi lá na maternidade do HB, e nos dias seguintes ao nascimento os meus seios jorravam leite”, disse.

Segundo Nathália, mãe de Gustavo, 4 anos e Benício de 8 meses, a equipe do banco passou na casa dela e marcou a primeira consulta para orientação sobre aleitamento e avaliação profissional. “Quando eu cheguei lá elas viram que eu era doadora em potencial, pela minha quantidade de produção. Há semanas que consigo encher três vidros de leite”.

E assim, Nathália doou por nove meses, e atualmente, na segunda experiência, promete continuar “enquanto o filho estiver mamando”. “Eu sou muito grata por poder ajudar a tantos outros bebês que por diversas situações não conseguem passar pelo aleitamento da forma como o meu filho. É uma coisa natural, vem de graça para mim, e é gratificante poder doar”.

SAIBA MAIS
►Aproximadamente 77 milhões de recém-nascidos não são amamentados na primeira hora de vida, deixam de receber nutrientes e anticorpos e são privados do contato corporal com suas mães, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).
► Este primeiro contato corpo a corpo é essencial para protegê-los de doenças e para contribuir com o sucesso da amamentação.
► Segundo France Bégin, assessora sênior de Nutrição do Unicef, se todos os bebês fossem alimentados apenas com leite materno desde o momento do seu nascimento até os seis meses de idade, mais de 800 mil vidas seriam salvas a cada ano.
► Quanto mais se atrasa o início da amamentação, maior é o risco de morte no primeiro mês de vida.
► Atrasar o aleitamento materno entre duas e 23 horas após o nascimento aumenta em 40% o risco de morte nos primeiros 28 dias de vida. Atrasá-la por 24 horas ou mais aumenta esse risco em 80%.

MONTEZUMA CRUZ e VANESSA FARIAS (Secom)
Com fotos de Daiane Mendonça e Rosinaldo Machado

Mães da Zona Leste são as maiores doadoras de leite - Gente de Opinião

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Montezuma Cruz

General Mourão anuncia a volta do ICMBio e do Ibama no combate ao desmatamento na Amazônia

General Mourão anuncia a volta do ICMBio e do Ibama no combate ao desmatamento na Amazônia

O combate ao desmatamento na Amazônia voltará a contar com a participação direta do Ibama e do ICMBio, até então alijados do seu papel constitucional.

“Não há reforma agrária, terras são regularizadas a grileiros”, denuncia Procurador

“Não há reforma agrária, terras são regularizadas a grileiros”, denuncia Procurador

Está em curso em Rondônia e no País a criminalização não só da luta pela terra, do movimento camponês, mas também de advogados que atuam na defesa d

Sonho do estado vem dos anos 1960

Sonho do estado vem dos anos 1960

O fluxo migratório quase incontrolável rumo à Amazônia Brasileira acelerou a instalação do Estado de Rondônia. Quatro décadas depois da chamada Marcha

Terça-feira tem ato de solidariedade contra a criminalização da luta pela terra

Terça-feira tem ato de solidariedade contra a criminalização da luta pela terra

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (Cebraspo) promoverá terça-feira, 22, às 15h, ato de solidariedade a camponeses e indígenas de Rondônia