Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Montezuma Cruz

Árvore da felicidade


Árvore da felicidade - Gente de Opinião
Não sei bem a sua reação, prezado (a) leitor (a), mas me sinto feliz em passar ao lado desta árvore, única na extensão de oito quilômetros da Avenida Calama, em Porto Velho.

Meia hora atrás, fotografei-a no canteiro em frente à loja Chic Flor Store. Pensei novamente: nossa Capital poderia ser igual a Maringá (PR) e Brasília (DF), onde existem verdadeiros bosques nas áreas centrais e na periferia.

Essa árvore da Avenida Calama é a mesma cujos pés foram pintados de verde-amarelo por torcedores fanáticos do bairro Quatro de Janeiro, na derradeira Copa do Mundo. Coitada, podaram-lhe os galhos e ainda violaram esse que chegaria um dia a ser o seu tronco franzino, porém, tão forte quanto aroeira.

Para se avaliar o amor botânico por nossas espécies, lembremos que até hoje nenhum expert se apresentou para dizer qual a espécie dessa valente planta que nos dias de vento e chuva forte do inverno amazônico ainda não se vergou e, como disse inicialmente, segue alegrando a quem se deixar admirá-la.

Diariamente, conservacionistas ou devastadores passam por ela, rumo às lojas, lanchonetes, restaurantes, mercados, ou para casa. 

Louvada seja! olhai por ela, São Francisco de Assis.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Montezuma Cruz

“Não há reforma agrária, terras são regularizadas a grileiros”, denuncia Procurador

“Não há reforma agrária, terras são regularizadas a grileiros”, denuncia Procurador

Está em curso em Rondônia e no País a criminalização não só da luta pela terra, do movimento camponês, mas também de advogados que atuam na defesa d

Sonho do estado vem dos anos 1960

Sonho do estado vem dos anos 1960

O fluxo migratório quase incontrolável rumo à Amazônia Brasileira acelerou a instalação do Estado de Rondônia. Quatro décadas depois da chamada Marcha

Terça-feira tem ato de solidariedade contra a criminalização da luta pela terra

Terça-feira tem ato de solidariedade contra a criminalização da luta pela terra

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (Cebraspo) promoverá terça-feira, 22, às 15h, ato de solidariedade a camponeses e indígenas de Rondônia

Colonialismo rides again. A cor do dólar.

Colonialismo rides again. A cor do dólar.

O BNDES vai realizar, entre os dias 19 e 23, a Semana BNDES Verde, com debates diários transmitidos pela internet. A abertura será feita, evidentement