Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Muito espinho e pouco tempo + Terceira onda do covid + Ponte do Abunã + Os ex-governadores


Muito espinho e pouco tempo + Terceira onda do covid + Ponte do Abunã + Os ex-governadores - Gente de Opinião

Muito espinho e pouco tempo

Não há como tirar a Amazônia, a Covid e o clima do tripé de problemas que mais afligem a humanidade nesta hora tão difícil para todos. O noticiário é farto, porque há crimes cometidos e prevaricação visível. São manifestações múltiplas, desde documentários (“Amazônia à Venda”, da BBC) a séries como a animação “As Icamiabas”, que já desperta interesse lá fora, passando por um viralizado videoclipe da banda francesa Gojira.

As pressões sobre o Brasil aumentam na medida em que o negacionismo fracassou, o clima piorou e é inevitável enfrentar os problemas com ação resolutiva, sem discursos irados ou tergiversações. Assim, o novo ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, tem a missão mais delicada, decisiva e espinhosa de todo o governo, uma vez que todos os demais ministérios – aliás, o Brasil e seu povo por inteiro – dependem de sua atuação internacional capaz e hábil para planejar e agir.

Na saúde, por exemplo, é urgente apagar as fogueiras acesas pelo ex-ministro Ernesto Araújo. Na agropecuária, desfazer as más impressões causadas pelas “cotoveladas” em clientes importantes, como a China e países do Oriente Médio, além de aparar as arestas quanto ao acordo entre Europa e Mercosul. No meio ambiente, desarmar as ameaças feitas pelo governo Joe Biden. Muito espinho e pouco tempo, já que até as eleições de 2022 a situação precisará ser revertida.

............................................................................

A terceira onda

Tendo em vista uma terceira e poderosa terceira onda do covid, que já começou a atormentar a China e alguns países europeus, a Comissão de Saúde das assembleias legislativas já começam a tratar do assunto como forma preventiva. No Amazonas já foram realizadas as primeiras sessões a respeito e a preocupação é decorrente das falhas das estratégias ocorridas na segunda onda, o que levou o vizinho estado ao colapso do seu sistema de saúde. Espera-se que em Rondônia o tema entre nos debates das casas de leis, seja na ALERO ou nas câmaras municipais, principalmente na capital

Ponte do Abunã

Os acreanos contam os dias para a inauguração da ponte da região do Abunã, sobre o Rio Madeira, em fase de conclusão, com sua inauguração prevista para o dia 29. Ocorre é que é o vizinho estado o principal beneficiado pela obra construída em solo rondoniense, já que com isto será encerrado um penoso isolamento rodoviário e décadas de transtornos com as cheias do Rio Madeira na região. Iniciada ainda na gestão da presidenta Dilma Rousseff em 2014, a obra será finalmente será entregue por Bolsonaro com pompa e circunstância.

Com Moro

O Podemos já não esconde o seu desejo de consumo de contar como seu presidenciável o ex-juiz Sergio Moro, odiado por petistas e bolsonaristas. O partido liderado nacionalmente pelo senador paranaense Àlvaro Dias entende que ele se encaixa como uma terceira via para a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Moro se mantém calado sobre a sucessão presidencial e prudentemente espera os acontecimentos.

Alinhamento

Por seu turno, três grandes partidos começam a costurar alianças para as eleições do ano que vem a presidência da República. DEM, de ACM Neto, o MDB de Baleia Rossi e o PSDB de João Dória começam a discutir um projeto comum para enfrentar o atual presidente Jair Bolsonaro e Lula em 2022 e existem vários nomes cotados nesta frente para assumir a candidatura, desde o tucano João Doria, governador de São O Paulo, até o ex-ministro Mandetta, dos Democratas

 Os ex-governadores

Dos governadores eleitos desde a criação do estado, em 1981 com as nomeações de Jorge Teixeira e seu substituto Ângelo Angelim (ambos já falecidos) ainda temos entre nós, eleito pelo voto direto Oswaldo Piana Filho, eleito em 90, Valdir Raupp de Mattos, eleito em 94, José de Abreu Bianco, vitorioso em 98, Ivo Cassol com dois mandatos a partir de 2002 seguidos e Confúcio Moura também com dois mandatos, eleito em 2010 e reeleito em 2014. Lembrando que o primeiro governador eleito pelo voto direto pelo estado, em 1986, Jerônimo Santana já faleceu.

Via Direta

*** Ontem foi o Dia do Jornalista e com a pandemia a categoria chorou suas perdas sem motivos para comemorações *** Pensem no perigo: em Porto Velho são mais de 3 mil mandados de prisão contra foragidos, ladrões, traficantes, latrocidas, estupradores etc *** De tantos, eles estão se trombando pelas ruas da capital *** Em Manaus já se vacinam pessoas de 45 a 49 anos de idade com comorbidades. A coisa por lá está bem adiantada *** O programa Casa Verde Amarela, que substituiu o projeto petista da Minha Casa, Minha Vida, entregou em 2020 cerca de 400 mil habitações *** Em 2021, o compromisso do governo Bolsonaro é inaugurar até 600 mil casas através do programa da Caixa Econômica Federal em parceria com estados e municípios.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Frango de padaria + Punhal da traição + Rocha e alianças + Falta oposição

Frango de padaria + Punhal da traição + Rocha e alianças + Falta oposição

Frango de padariaDepois de pedir um milhão de dólares aos EUA para proteger a Amazônia, obrigação que já tem por dever constitucional, o ministro R

Projeto arriscado de Hildon + Constituição e bioeconomia + Obras paralisadas + Os aposentados

Projeto arriscado de Hildon + Constituição e bioeconomia + Obras paralisadas + Os aposentados

Constituição e bioeconomiaLançado em março pelo Instituto de Engenharia, o caderno especial “Amazônia e Bioeconomia” é uma leitura obrigatória para

Refresco de pimenta + Apostas de Rocha + Dois garantidos! + São ameaças

Refresco de pimenta + Apostas de Rocha + Dois garantidos! + São ameaças

Refresco de pimenta O estudo “Oportunidades para Exportação de Produtos Compatíveis com a Floresta Amazônica Brasileira”, elaborado por Salo Colovs

Donos da Amazônia + Bolsa de apostas + Ciência exata + De joelhos

Donos da Amazônia + Bolsa de apostas + Ciência exata + De joelhos

Donos da AmazôniaO Brasil deve à diplomacia ter a maior parte da Amazônia e felizmente a falta de diplomacia do ex-ministro Ernesto Araújo não pôs